NOVOS NEGÓCIOS




       A primeira vez que ouvi falar em Departamento de Novos Negócios foi quando eu trabalhava no SBT. E fiquei curiosa para saber do que se tratava Novos Negócios para a segunda maior emissora de televisão do país.
     No tempo de Rede Globo eu nunca soube se havia esse departamento, porém, trazendo esse assunto para o momento atual, onde o desemprego atinge os números mais altos no Brasil, fico a imaginar que todo bom profissional deveria não se acomodar com seu emprego - e falo naquelas pessoas que têm um bom salário, carteira assinada e todos os direitos que regem as leis trabalhistas. 

     Todo bom profissional, aquele que mesmo com situação estável de emprego, porém, ligado nas novas mídias, que lêem livros de gestão de negócios e de carreira, deveriam ter para si um 'Departamento de Novos Negócios' para investir seu tempo livre em algo que possa desenvolver em casa diariamente no mínimo duas horas, seja através de cursos on line, livros e apostilas, para ter uma renda extra, claro. 
     Essa é uma escolha 100% pessoal. O profissional não deve se acomodar, a não ser que esteja super satisfeito com seus vencimentos. Mas como a maioria sente-se injusto com seus rendimentos, esse Departamento de Novos Negócios em nível pessoal, cairia muito bem e proporcionaria um desenvolvimento pessoal inimaginável e motivador, além de renda extra. 
      Através de pesquisa ou consultando amigos e conhecidos que vivem do mercado de trabalho informal, este profissional estudaria a possibilidade de lançar-se numa nova atividade, de acordo com seu perfil e pode começar sem grandes investimentos, adquirindo micro franquias, por exemplo. 
      O ramo de cosméticos é dos mais rentáveis no mundo inteiro e tem proporcionado não somente renda extra, como única fonte de receita de pessoas que não encontraram vagas no mercado de trabalho tradicional. 
      Participar de venda direta ou marketing multinível tem produzido e revelado lideranças no mundo inteiro. No Brasil já são mais de 6 milhões de pessoas que vivem deste mercado. 
      Posso garantir que com o mínimo de três horas diárias dá para começar a fazer um bom trabalho no mercado multinível, como por exemplo, duas horas diárias - que pode ser antes de sair para o trabalho ou após - para faturar uma boa renda extra que servirá para começar a realizar o sonho de ter uma casa própria,  adquirir o primeiro carro ou trocar o velho por um novo, pagar colégio particular ou até faculdade para um filho. Mas vai precisar vender algo? Claro. Vendas é a única atividade no mundo que deixa qualquer um rico, milionário ou bilionário. E como alguém que tem um bom emprego sairia vendendo produtos? Primeiro que esse alguém não deve ter preconceito nem vergonha de vender, nem de se expor. Ele está investindo tempo e dinheiro em algo que acredita num futuro não distante, pode tornar sua renda principal com receitas inimagináveis. E o que garante isso? A capacitação que ele vai receber, os livros que ele vai ler e os exemplos que vai encontrar de gente que sequer tem curso superior ou que jamais leu um livro antes, faturar muito mais do que ele ganha hoje. Pois, que eu saiba, tem gente faturando quase um milhão de reais por mês somente com renda recorrente no mercado multinível no Brasil. Gente que há seis anos estava desempregado, como é o caso de Evandro Viana. 
     Os produtos, você vai vender para seu círculo de amizade e familiares - e os grupos de Whatsapp contribuem bastante para divulgação desta atividade, inclusive as empresas dispõem de catálogos on line. Você vai criar relacionamentos - sim, os livros ensinam também - aos poucos vai expandindo sua base de contatos e começa uma lista de clientes. 
      Mas a maior fonte de renda de quem entra para o mercado multinível é a produção da equipe que você vai começar a formar e liderar. Quando for levar os produtos até o cliente, peça indicação de novos clientes ou prospectos para sua equipe. 
      Tudo isso que estou dizendo está à disposição de quem pensa diferente, de quem quer sair da zona de conforto, de quem sonha em viagens, passeios, qualidade de vida, enfim. 
      São muitas as opções de produtos e sistemas de vendas, se tiver alguma dúvida é só perguntar através do e-mail: luciaro@uol.com.br     


Assista entrevista com o número 2 do mercado de marketing multinível no Brasil, Lucas Battistone, formado em Administração de Empresas na Alemanha e profissinal de MMN.




                                       
     

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SKINHEADS X NORDESTINOS

SKINHEADS E APAGÃO

ONDE ANDA OLGA BONGIOVANNI