Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Lauro da Escóssia Filho

O menino que lia jornal

Por Fernanda da Escóssia Jornalista, filha
O menino aprendeu a ler aos 4 anos. De pé em cima de um banco, lia o jornal, e o povo na rua parava para ouvir as notícias. O menino nascera e crescera dentro de um jornal, O Mossoroense, fundado em 1872 por seu bisavô, Jeremias da Rocha Nogueira. No Brasil, era o tempo de um jornalismo de causas, panfletário, e O Mossoroense teve as suas: era republicano, abolicionista e antijesuítico. A lembrança do velho jornal de província invade minhas leituras enquanto leio, estudo, preparo aula e escrevo sobre jornalismo, mas também de modos mais insólitos. Ao estudar Ciências Sociais com meu filho, o livro cita a imprensa abolicionista do fim do século XIX. Pois seu tataravô fundou um jornal nessa época, filho. Abolicionista. Foi, mãe? Foi. Esse movimento abolicionista também ocorreu nas antigas províncias. Entendi. (Agora estou levemente preocupada. E se ele exagerar e botar na prova que o tataravô derrubou Dom Pedro II?) Volto à…