Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Espaço Cultural em posto de combustível

Imagem
Etinho Ferreira, proprietário e idealizador do projeto      Uma biblioteca está sendo montada num espaço em um posto de combustível, num bairro popular, o Planalto Treze de Maio, em Mossoró. É impressionante o projeto, em homenagem ao pai, já falecido, do proprietário. Assim, está surgindo o Espaço Cultural Eliezer Ferreira, destinado a biblioteca, apresentações culturais, contação de estórias, recital de poesia e literatura de cordel. Carlos Wellington Ferreira, o Etinho, sempre gostou de cultura, é um grande leitor, procura participar dos movimentos culturais da cidade e de lançamentos de livros. Ele conta que estava com o espaço ocioso e um poeta foi trabalhar na sua empresa. Os dois começaram a pensar sobre o uso do espaço e o poeta,  no caso Pedro Melo, incentivou-o a fazer uso de um espaço cultural. Etinho Ferreira está abrindo mão de alugar o imóvel para investir, diga-se gastar, para ofertar a população do bairro e demais clientes do posto e amigos, para usuf

Amigos

Imagem
                                     Veja a sabedoria desse texto, de autoria desconhecida:        Um casal recém-casado estava sentado num sofá, num dia quente e úmido, bebericando chá gelado, durante uma visita ao seu pai. Ao conversarem sobre a vida, o casamento, as responsabilidades da vida, as obrigações da pessoa adulta, o pai remexia pensativamente os cubos de gelo no seu copo e lançou um olhar claro e sóbrio para seu filho e nora.       - Nunca se esqueçam de seus amigos - aconselhou. Serão mais importantes à medida  que vocês envelhecerem. Independentemente do quanto vocês amem sua família, os filhos que porventura venham a ter, você sempre precisará de amigos...       Lembre-se de ocasionalmente ir a lugares com eles; faça coisas com eles; telefone para eles...       Que estranho conselho. Pensou o jovem. Acabo de ingressar no mundo dos casados. Sou adulto. Com certeza a pessoa que escolhi e a família que iniciaremos serão tudo  de que necessito para dar sentido à

Dia do Professor

Imagem
O Dia do Professor é uma excelente oportunidade para reflexão sobre aquele ou aquela que nos encaminha na vida, fora do lar. Especialmente agora, em que a profissão de professor tem sido a mais perigosa, devido agressões físicas a que estão submetidos, com direito a imagens exibidas em redes sociais. Neste Dia do Professor também é uma oportunidade de relembrar a figura de Tia Adelzira, irmã da minha mãe, também professora, pois Tia Adelzira faleceu exatamente num Dia do Professor, em 2006, aos oitenta e seis anos de idade. Ela nasceu em 1920, no Sítio Riacho do Meio, em Pau dos Ferros. Foi a primeira das filhas mulheres a demonstrar desde cedo o interesse de ser professora. Logo aprendeu a ler, lia tudo o que encontrava, inclusive um jornal da capital, que o irmão levava, em visita aos pais. Quando passou a estudar em escola pública em Pau dos Ferros, precisava atravessar o açude em uma canoa, na companhia de uma irmã três anos mais velha. O canoeiro durante a travessia, sempr