Postagens

QUANTO CUSTA UMA MUDANÇA DE VIDA?

Imagem
     Cada vez que acessamos uma rede social, como por exemplo, Instagram ou Facebook, surgem inúmeras  ofertas de mudança de vida. Gente prometendo o céu na terra através do marketing digital, com cursos, palestras, robozinhos que prometem prospectar consultores de vendas no mercado de rede multinível.      Tem ofertas de desenvolvimento pessoal oferecido por desconhecidos do grande público, nunca vi antes essa enxurrada de salvadores da pátria no mundo digital.      São ofertas de verdadeiros milagres, a maioria sugerindo que as pessoas sejam coach, ou treinadores de pessoas. Se todo mundo aceitar ser coach, não vai sobrar ninguém no mercado de trabalho.      O mais estranho é que essa indústria de curso cada vez produz novas celebridades também no mercado financeiro, alguns ostentando carrões, prometendo a Deus e o mundo que investir o mínimo possível todo mês em fundos de investimentos que a gente nunca ouviu falar e passará a ser milionário da noite para o dia.      Até bem pouco tem…

MEDO DO RIDÍCULO

Imagem
    A sociedade tem preconceito com quem quer se diferenciar e se diversificar profissionalmente, especialmente aquelas pessoas que vivem uma situação e mostram outra nas redes sociais ou em suas relações na comunidade, deixando-se influenciar por gente fracassada, que não é exemplo para ninguém, nem para sua própria família. 
    Basicamente, as pessoas são influenciáveis quando se trata de mudança para melhor. Tem gente com vergonha de ler em espaço público qualquer livro de auto ajuda, motivação ou sobre sucesso, com medo de ser julgado pelo título da obra.                                  São pessoas que se preocupam com o que o outro vai pensar ao seu respeito, têm medo de ser censurado por estar obtendo conhecimento para o crescimento pessoal e financeiro.
    Gente assim sofre em silêncio e dificilmente toma a dianteira e tenta algo novo porque tem medo do ridículo. Observe que um dos maiores empresários brasileiros começou sua vida como camelô, vendendo canetas. Se Silvio Santos…

NOVOS NEGÓCIOS

A primeira vez que ouvi falar em Departamento de Novos Negócios foi quando eu trabalhava no SBT. E fiquei curiosa para saber do que se tratava Novos Negócios para a segunda maior emissora de televisão do país.
     No tempo de Rede Globo eu nunca soube se havia esse departamento, porém, trazendo esse assunto para o momento atual, onde o desemprego atinge os números mais altos no Brasil, fico a imaginar que todo bom profissional deveria não se acomodar com seu emprego - e falo naquelas pessoas que têm um bom salário, carteira assinada e todos os direitos que regem as leis trabalhistas. 
     Todo bom profissional, aquele que mesmo com situação estável de emprego, porém, ligado nas novas mídias, que lêem livros de gestão de negócios e de carreira, deveriam ter para si um 'Departamento de Novos Negócios' para investir seu tempo livre em algo que possa desenvolver em casa diariamente no mínimo duas horas, seja através de cursos on line, livros e apostilas, para ter uma renda extra, …

ANTÔNIO ERMÍRIO DE MORAES

Imagem

BIOGRAFIA DO GRUPO HINODE

Imagem
A Editora Buzz lançou no dia 18 de agosto de 2018, o livro Crença Inabalável, do empresário Sandro Rodrigues, presidente do Grupo Hinode, sediado em Alphaville, na Grande São Paulo. Lançado durante a Convenção Nacional da empresa que comanda, a renda do livro vai para a Fundação Adelaide e Francisco - FAR - mantida pelo Grupo Hinode. 
A palavra resiliente expandiu-se muito nos últimos anos no uso cotidiano da língua portuguesa, especialmente no mundo corporativo. É sem dúvida uma das pedras de toque de qualquer empreendedor. Mas ela parece ser insuficiente para descrever este livro. Em Crença Inabalável, Sandro Rodrigues compartilha conosco a sua trajetória, dedicada exclusivamente à empresa de cosméticos Hinode. Fundada pelos pais de Sandro, a costureira Adelaide Garcia e o torneiro mecânico Francisco Rodrigues, a Hinode começou como um empreendimento de venda direta quando Sandro ainda era um adolescente com  dezessete anos de idade. Com muito trabalho, rigorosa definição dos valores…

O negócio do século

Imagem
Coisas  que já mudaram e vão mudar mais ainda.

1) O Spotify faliu as gravadoras;

2) O Netflix faliu as locadoras;

3) O Booking complicou as agências de turismo;

4) O Google faliu a Listel, Páginas Amarelas e as       enciclopédias;

5) O Airbnb está complicando os hotéis;

6) O Whatsapp está complicando as operadoras           de  telefonia;

7) As Mídias sociais estão complicando os               veículos de comunicação;

😎 O Uber está complicando os taxistas;

9) A OLX acabou com os classificados de jornal;

10) O Smartphone acabou com as revelações        fotográficas e com as câmeras amadoras;

11) O Zip Car está complicando as locadoras de veículos;

12) A Tesla está complicando a vida das montadoras de automóveis;

13) O E-mail e a má gestão complicou os Correios;

14) O Waze acabou com o GPS;

15) O Original e o Nubank ameaçam o sistema bancário tradicional;

16) A Nuvem complicou a vida dos Pen drive;

17) O Youtube complica a vida das tvs. Adolescentes não assistem mais canais abertos;

18) O Facebook comp…

SKINHEADS X NORDESTINOS

Imagem
Em setembro de 1992, um grupo de skinheads* invadiu numa madrugada fria, o CTN - Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo, para pichar frases agressivas dirigidas à comunidade nordestina. Anexo ao CTN funciona a Rádio Atual, que mantinha programação voltada para os nordestinos. O local foi escolhido pelos skinheads como símbolo, para que o recado tivesse a repercussão desejada. Bem, depois de checar aquele absurdo, em meio a repórteres, fotógrafos e cinegrafistas, com um misto de revolta e tristeza, fiz questão de posar para uma foto ao lado de uma das pichações. Eu estava muuuito chateada. Para não dizer outra coisa. O que os skinheads fizeram era inacreditável e estarrecedor. O CTN havia sido inaugurado no ano anterior, na gestão de Luiza Erundina, à frente da Prefeitura de São Paulo. Trata-se de um ambiente de acesso gratuito, que reúne mais de dez mil pessoas nos finais de semana, que para ali buscam divertimento, através da boa música e gastronomia nordestina, em dezenas de  …