Pular para o conteúdo principal

DIA DO JORNALISTA



Coletiva de imprensa com Marcelo Crivella 


Dia 7 de abril, é Dia do Jornalista. Nessa foto, de 1999, alguns colegas participam de entrevista coletiva com o bispo Marcelo Crivella, atualmente Ministro da Pesca. Ele acabara de chegar do continente africano, onde evangelizou por dez anos. A Sony Music estava lançando o seu CD O Mensageiro da Solidariedade e me contratou para organizar essa coletiva, que rendeu chamada de capa nos grandes jornais de São Paulo e Rio de Janeiro. Jornalismo é uma atividade em que pode-se atuar frente às câmeras, por trás de uma lente fotográfica e nos bastidores, como é o caso enfocado, onde quase ninguém, a não ser as pessoas envolvidas, tomam conhecimento. Parabéns aos colegas e, em especial, alguns que estão na foto, como Odair Del Pozzo, Eunice Mello, Virgínia Martin e Jeanne Margareth, dentre outros.


       Foto do encarte do disco Curumim

Mara e dois índios em gravação do clipe musical Curumim

Nesta foto, mais uma atuação como jornalista. Em agosto de 1991, durante a gravação do clipe musical CURUMIM, de Mara Maravilha, em Xerém, zona rural de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. O dia amanhecia e eu fotografava com uma câmera comum, os bastidores da gravação, sob a direção de Roberto Naar. 
O fotógrafo da Playboy, José Antonio foi contratado pela gravadora Emi-Odeon para fazer a capa e fotos do encarte. Quando Mara viu reveladas as fotos que bati, escolheu uma delas para a capa. Porém, o filme comum, foi o impedimento. A foto ampliada na impressão para a capa do LP, por exemplo, perderia qualidade. No CD, nem tanto. Mara 'brigou' tanto com o departamento de marketing da gravadora pela foto, que tanto aquela que havia escolhido quanto outra, essa que estou publicando, saíram no encarte com os devidos créditos. Se clicar em cima da foto, verá.
A foto da capa foi  escolhida do material de José Antonio porque havia sido fotografada com equipamento profissional, em croma.      
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ONDE ANDA OLGA BONGIOVANNI

A televisão brasileira nos últimos tempos tem revelado talentos na linha do humor. Há muito não aparece alguém que se destaque por sua atuação na linha de programas de auditório, a não ser Eliana, nas tardes de domingo, no SBT, com bons índices de audiência.        Em 1999, a cidade de São Paulo serviu de cenário em uma forte campanha de marketing para divulgar nova atração na TV Bandeirantes. Centenas de outdoors espalhados pela cidade anunciavam a apresentadora do programa matutino Dia a Dia, Olga Bongiovanni, um nome desconhecido do grande público, até então.        Quem seria aquela mulher, já aparentando algo em torno dos quarenta anos de idade, causando curiosidade tão comum em jornalistas que cobrem a mídia? No dia prometido para a estréia, quis saber de quem se tratava pois, certamente, de alguém que valeria a pena todo aquele investimento.        Eis que surge uma pessoa simpática, bonita e magra, ingredientes para o caminho do sucesso numa carreira em televisão. Porém, Olga B…

CENTENÁRIO DE DIX-HUIT ROSADO

DIX-HUIT ROSADO
        No dia 21 de maio de 1912, há cem anos, nascia em Mossoró, Rio Grande do Norte, Jerônimo Dix-huit Rosado Maia, filho do paraibano de Pombal, Jerônimo Ribeiro Rosado, casado em segundas núpcias com a conterrânea, Isaura Rosado Maia, irmã da primeira esposa, Maria Amélia Henriques Maia, de quem enviuvara.  Jerônimo era filho de um português de Coimbra, Jerônimo Ribeiro Rosado, que residia há muito tempo em Pombal. Formado em Farmácia, pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, o Jerônimo Rosado, ou seu Rosado, como era tratado em Mossoró, migrou para esta cidade, em 1890, à convite de um médico, com quem se associara para abrir a Farmácia Rosado. Seu Rosado registrou seus filhos e filhas com nomes esquisitos, o que já rendeu a participação de alguns de seus descendentes no Domingão do Faustão. Seu biógrafo, Luís da Câmara Cascudo conta no livro lançado em 1967, Jerônimo Rosado – Uma Ação Brasileira na Província que, seguindo a …

O SUCESSO DA REFIMOSAL